A prestação de contas do condomínio é um documento muito importante para manter a organização financeira e a transparência, mas é preciso entender como fazer essa apresentação de forma adequada.

Se você também quer saber como fazer prestação de contas condomínio, acompanhe este post com a gente e anote dicas essenciais!

Como fazer prestação de contas condomínio?

O Código Civil Brasileiro prevê a prestação de contas em assembleias nos condomínios, portanto esta deve ser uma prioridade no planejamento de todo síndico. O processo exige atenção e demanda um certo tempo, mas ajuda a organizar as finanças do condomínio, além de manter uma relação mais transparente com os moradores.

Confira os principais documentos a serem apresentados na prestação de contas:

  • Relatório de despesas: neste, você deve apresentar todos os gastos do condomínio. Para facilitar, divida em despesas fixas (como contas de água, luz e folha de pagamento, variáveis (manutenções programadas, como a limpeza de caixa d’água do prédio) e extras (reformas ou reparos não previstos)
  • Relatório do orçamento: faça uma análise dos valores gastos com os valores planejados inicialmente dentro do orçamento. 
  • Balancete: esse documento pode ser utilizado para fazer a prestação de contas mensalmente e é um resumo das receitas e despesas do condomínio. Deve-se acrescentar também o saldo do mês e saldo atual. 
  • Relatório de receitas: aqui deve estar descrito todos os valores recebidos pelo condomínio. Acrescente aluguel de espaços comuns, taxa condominial e multas por inadimplência. 

 Nós sabemos que pode parecer uma tarefa muito trabalhosa, mas ela pode ser mais simples do que parece uma vez que você entende como fazer prestação de contas condomínio e aplica algumas técnicas para otimizar o processo.

Prestação de contas do condomínio sem estresse!

Sim, é possível fazer uma prestação de contas do condomínio sem estresse e ainda otimizar a administração. Basta se planejar e seguir algumas técnicas simples, olha só:

1. Não deixe nada para depois

Muita gente deixa para analisar gastos, despesas e receitas apenas em um relatório final, mas a organização deve ser constante para evitar que você se perca e acabe gastando mais do que deve. 

Assim que você tiver uma despesa ou receita, registre-a e já vá montando o seu relatório aos poucos. Com isso, o seu trabalho fica bem mais simples. 

2. Defina prazos

Ter prazos para fazer esses relatórios, desenvolver a apresentação e uma data definida para a assembleia ajuda na organização. Faça um cronograma e respeite esses prazos. 

Para colocar isso em prática e não perder as datas, faça um planejamento anual com suas tarefas administrativas e inclua esses detalhes. 

3. Faça uma boa apresentação

Para ganhar a confiança e a atenção dos condôminos é importante apresentar um conteúdo atrativo. Uma boa dica é fazer uma apresentação mais visual e disponibilizar  um material de apoio com as informações essenciais para os moradores.

Gostou dessas dicas? Aproveite para aplicá-las agora mesmo! 

Lembre-se de acompanhar o nosso blog para mais dicas que vão facilitar o seu dia a dia. Se precisar de uma empresa de impermeabilização, conte com a Superveda!

WhatsApp WhatsApp