Ano novo chegando e com ele a necessidade de organizar todo o planejamento e a gestão condominial. Tudo isso demanda tempo, mas existe uma forma simples de evitar estresse em 2020: um bom plano de ação para condomínio.

Quer saber como fazer um plano de ação? Então continue a leitura para conferir dicas valiosas para montar o planejamento perfeito!

O que é plano de ação?

O plano de ação nada mais é do que uma forma de otimizar a administração do condomínio. É um planejamento no qual você define estratégias para alcançar seus objetivos e metas, melhorando o dia a dia do condomínio tanto para sua gestão quanto para os moradores.

Se um dos seus objetivos for implementar soluções sustentáveis no condomínio, por exemplo, você precisa estabelecer ações que vão te ajudar nessa missão, como buscar aparatos que contribuem para a causa e investir em campanhas de conscientização.

O plano de ação tem um papel fundamental na rotina do síndico, que pode identificar as tarefas de maior importância e também conhecer as principais necessidades dos moradores.

A ideia é construir esse planejamento com o auxílio de uma assembleia com os moradores. Com isso, será possível verificar as demandas do prédio e o que pode ser melhorado na gestão.

Como fazer um plano de ação para condomínio?

Agora que entendemos o que é plano de ação, podemos conversar sobre a parte prática do processo: afinal, como fazer um plano de ação eficiente para o condomínio?

O primeiro passo é analisar o histórico do condomínio. Pense nos problemas enfrentados neste ano, o que você aprendeu com eles e o que pode fazer para evitar que aconteçam novamente.

Para te ajudar a montar um bom planejamento, separamos um passo a passo simples. Confira:

1.      Analise a situação atual do condomínio

O início do seu plano de ação tem como base a análise e a pesquisa: avalie a situação financeira do condomínio, a segurança oferecida, as condições estruturais, a comunicação com os condôminos e a convivência entre eles.

  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

2.      Defina seus objetivos e metas

Após fazer essa análise da situação do condomínio, defina seus objetivos e metas para o novo ano. Destaque as principais dificuldades enfrentadas e estabeleça planos de ação com metas para solucionar essas questões e evitar a repetição.

  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

3.      Divulgue o planejamento e converse com moradores

A conversa com moradores já deve acontecer lá na fase de pesquisa sobre a situação do condomínio para entender as principais necessidades. Depois de concluir o seu planejamento, é importante apresentá-lo aos condôminos.

Você pode convocar uma assembleia, enviar na correspondência ou via e-mail.

  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

4.      Não deixe de acompanhar os resultados

Não basta apenas fazer e colocar o seu plano em prática, é preciso também acompanhar os resultados das suas ações. Observe se as atitudes são eficientes e se os objetivos foram atingidos, assim você pode detectar erros e melhorá-los para o próximo ano.

  ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Já deu para entender a importância do plano de ação para uma boa gestão condominial, não é mesmo?

Uma parte importante desse processo é a manutenção estrutural. Se você precisar de uma solução para infiltrações, conte com a Superveda!

Acesse nosso site e conheça o serviço de impermeabilização em condomínios.

WhatsApp WhatsApp