Uma fachada bonita, limpa e bem conservada é essencial para valorizar o prédio, mas você sabe como programar a manutenção na fachada do condomínio?

A manutenção é um dos processos mais importantes para manter o prédio atrativo, além de contribuir para a segurança da construção, já que permite identificar danos estruturais, por exemplo.

Confira algumas dicas para não ter nenhuma dor de cabeça na hora de planejar a manutenção na fachada do condomínio.

Por que realizar a manutenção na fachada do condomínio?

Nenhum comprador se interessa por um prédio com aparência deteriorada e descuidada, não é mesmo? Esse é um dos motivos pelos quais a manutenção é tão importante, assim como a limpeza predial periódica.

Além disso, a manutenção te ajuda a prevenir possíveis danos estruturais, já que pode identificar problemas logo no inicio, facilitando assim a resolução dos casos e até evitando grandes obras que poderiam ser um grande prejuízo para o seu bolso.

Normalmente, o síndico é o responsável por toda a administração do condomínio e, consequentemente, pelo planejamento da manutenção de fachada. Por isso, separamos 4 dicas essenciais para garantir um bom trabalho, confira:

1. Contrate uma empresa especializada

Para que o serviço de manutenção na fachada do condomínio seja realizado da melhor forma, a dica é contratar uma empresa especializada na área.

Contratar funcionários terceirizados para o condomínio é comum, pois facilita muito a vida do síndico e garante uma equipe realmente preparada para atender a demanda. Com a manutenção de fachada não é diferente.

Se for realizar obras maiores, lembre-se de verificar se o arquiteto responsável pelo projeto inicial possui direitos autorais sobre a obra para que não haja nenhum problema judicial.

2. Faça um cronograma de manutenção

Normalmente, a manutenção na fachada do condomínio deve ser feita a cada três anos, mas isso pode variar conforme o material utilizado no revestimento e a limpeza predial realizada.

Lembre-se de perguntar para o profissional qual o tempo adequado para o tipo de revestimento do seu condomínio e faça um cronograma para organizar as manutenções futuras. Isso vai facilitar muito a sua vida como síndico.

O mesmo esquema de programação vale para reformas ou grandes reparos. Uma dica é aproveitar o inverno para obras no condomínio, já que é uma época mais seca e sem chuvas.

3. Programe a limpeza predial

Sabe aquele cronograma para manutenção? Faça um também para a limpeza predial. Ela vai facilitar o processo de manutenção e aumentar a durabilidade do revestimento da fachada.

Uma dica é levar em conta a localização do condomínio: se estiver em uma rua bem movimentada ou com mais terra ao redor, a limpeza deve ser feita com mais frequência para evitar o acumulo de poeira e sujeira.

4. Fique atento ao material utilizado

Já comentamos que o tempo para manutenção na fachada do condomínio pode alterar conforme o material usado no revestimento, não é mesmo?

É importante ressaltar também que a manutenção deve ser toda pensada conforme o material, pois cada um requer um tipo de cuidado diferente.

Aqui voltamos a importância de contratar uma empresa especializada. Eles sabem como cuidar do tipo específico de revestimento e podem evitar possíveis danos na estética ou estrutura do prédio.

Falta de manutenção

A manutenção inadequada ou a falta dela pode acarretar em diversos problemas estruturais para o prédio, como infiltrações e vazamentos.

Por isso, é importante também fazer a impermeabilização correta de todo o condomínio. Aqui a dica é contratar uma empresa de confiança e especializada, como a Superveda.

Nosso trabalho é feito com injeção química, sem sujeira e com agilidade.

WhatsApp WhatsApp