Se você está se perguntando quais áreas precisam de impermeabilização predial, então veio ao lugar certo! Cuidar de um condomínio não é nada fácil, por isso vamos te ajudar a organizar essa tarefa tão importante para a segurança dos moradores.

Para entender melhor como funciona a impermeabilização predial e quais as principais áreas do condomínio nas quais o procedimento é indispensável, continue a leitura deste post!

O que é impermeabilização predial?

Você sabia que mais de 80% dos condomínios em São Paulo registram problemas com infiltração? Esse dado foi captado pelo SINDCOND (Sindicato dos Condomínios) e comprova que os problemas com vazamento são muito comuns do que imaginamos.

É aí que entra a impermeabilização predial. O processo é essencial para proteger a estrutura da construção contra a umidade, prevenindo assim as infiltrações e vazamentos.

Esse problema também é mais grave do que parece, pois pode desgastar materiais e até mesmo provocar falhas estruturais no condomínio. Ninguém quer prejudicar a segurança dos moradores, não é mesmo?

Para isso, identificar rapidamente os sinais de infiltração, como pintura desgastada, manchas na parede e rachaduras, e contratar uma empresa de impermeabilização para solucionar o problema é indispensável.

A contratação de mão de obra especializada é necessária para a aplicação do sistema correto, evitando os danos estruturais causados pela infiltração.

Quais áreas precisam de impermeabilização predial?

A impermeabilização, assim como a manutenção do sistema após aplicação, devem fazer parte do planejamento administrativo do condomínio. As vistorias frequentes ajudam a identificar infiltrações ainda no início, o que ajuda na redução dos custos com reparo.

Lembre-se de incluir isso no plano de manutenção preventiva do condomínio para evitar imprevistos. Confira quais áreas precisam de impermeabilização predial:

1.      Lajes

A infiltração na cobertura é um dos problemas mais comuns, pois a área está em contato direto com a umidade e água da chuva, por exemplo. Por isso, o ideal é realizar vistorias frequentes nesses locais.

Analise a presença de rachaduras, trincas, soltura do cimento, água acumulada e toda a estrutura da laje para identificar o problema.

2.      Piscinas

Outro local em que a infiltração é um problema comum é a piscina. Se você observar qualquer vazamento, pode ser um grande aviso da necessidade de impermeabilização.

A impermeabilização de piscinas pode ser feita de forma interna, nos rejuntes ou nos ralos, por exemplo. A empresa de impermeabilização deve identificar a fonte do problema e aplicar a melhor solução.

3.      Caixas d’água

O peso provocado pelo líquido nas caixas d’água e a exposição às intempéries facilita o surgimento de vazamentos e infiltrações. Por isso é importante incluir este local na lista de manutenção preventiva.

4.      Garagens

A infiltração em garagens também é bastante comum, já que o local fica em contato frequente com a umidade do solo. É importante se atentar aos sinais que podem aparecer no andar superior, como poças de água, rachaduras e ferrugem.

Já deu para entender a importância da impermeabilização, certo? A contratação de uma empresa de impermeabilização de confiança também é importante, mas para isso você pode contar com a Superveda!

Acesse nosso site para solicitar serviços de impermeabilização de caixas d’água e outras áreas do condomínio!

WhatsApp WhatsApp