Um bom sistema de impermeabilização faz toda a diferença na hora de proteger o seu prédio contra os problemas causados pela infiltração e vazamentos. Por isso, é necessário cuidar corretamente da impermeabilização em condomínios.

Existem alguns cuidados básicos que podem ajudar a prolongar a vida útil do seu sistema de impermeabilização e evitar gastos desnecessários com manutenção.

Para conhecer esses cuidados, continue a leitura para conferir as nossas dicas neste post!

Quais os cuidados com a impermeabilização em condomínios?

Os sistemas de impermeabilização tem uma vida útil bem longa, mas para isso precisa ser bem cuidado. Com os cuidados necessários, seu sistema pode durar até 20 anos sem a necessidade de troca.

Principalmente em condomínios, a impermeabilização tem um papel indispensável: combater infiltrações e vazamentos. Esses problemas podem desencadear danos graves na estrutura do prédio e demandar gastos altos com manutenção.

Por isso é importante ficar atento a qualquer sinal desses problemas, como rachaduras na parede, mofo, poças de água e vazamento em condomínio. Identificar cedo qualquer um desses sinais pode tornar a solução muito mais simples.

Muito antes de precisar tomar essas atitudes, existem alguns cuidados básicos para garantir a longa vida útil do seu sistema de impermeabilização. Olha só:

  1. Escolha o sistema correto

Existem vários tipos de impermeabilização disponíveis no mercado, mas cada um tem a sua especificidade e indicações para local de aplicação. Basicamente, temos dois tipos de sistemas: os rígidos e os flexíveis.

Dentro desses sistemas, você deve encontrar a melhor solução de acordo com as características da área atendida, como exposição ao sol e a chuva, impacto de cargas e movimentação estrutural.

  1. Fique atento a lâminas d’água

O acumulo de água já pode identificar um vazamento, mas qualquer lâmina d’água pode danificar o seu sistema de impermeabilização. No período de chuvas, por exemplo, indicamos que você verifique sempre o local onde a impermeabilização foi realizada para verificar qualquer indicio de água.

Para evitar esse problema, é essencial que o condomínio possua sistemas de escoamento corretos para fazer a drenagem da água. Calhas e ralos devem ser instalados nas lajes, garagens e coberturas.

  1. Nada de aplicar produtos sozinho!

Parece muito mais econômico e rápido aplicar produtos de impermeabilização sozinho, mas essa não é a situação ideal. Para não haver nenhum erro, contratar uma mão de obra qualificada é essencial.

Além disso, ao escolher o tipo de produto para aplicação, não se engane com os materiais que podem ser misturados por você. Lembre-se de primeiro verificar se esse sistema é compatível com o local de aplicação.

  1. Trate juntas de dilatação

As juntas de dilatação são espaços criados para aliviar a tensão nas estruturas, permitindo a movimentação da estrutura pelas variações térmicas sem comprometer a construção.

A movimentação dessas juntas pode causar falhas no sistema de impermeabilização ao longo dos anos, por isso devem receber o tratamento adequado.

Contrate uma empresa de impermeabilização especializada!

Essa talvez seja uma das dicas mais importantes, complementar ao item 3, no qual falamos sobre os problemas de aplicar produtos sem uma ajuda profissional, lembra?

Pois é, contratar uma empresa de impermeabilização qualificada é indispensável para a aplicação correta do produto, independente do sistema escolhido.

Quando feita de maneira errada, a impermeabilização pode comprometer toda a estrutura e, consequentemente, a segurança dos moradores. Por isso, não dispense ajuda profissional na impermeabilização em condomínios.

A Superveda é referência no mercado e conta com profissionais preparados para atender as principais áreas do prédio. Acesse o site para conferir nossos serviços de impermeabilização de garagens e de caixas d’água.

WhatsApp WhatsApp