Se você cuida da administração de um prédio já sabe a importância de manter as finanças do condomínio bem planejadas, não é mesmo? Mas nós também sabemos que nem sempre é fácil encontrar tempo para organizar todas as tarefas.

Por isso, vamos compartilhar com você 5 dicas bem simples sobre como organizar finanças do condomínio. Continue a leitura para conferir!

Como organizar finanças do condomínio?

Organizar a parte financeira de um condomínio é essencial para ter uma visão geral dos gastos e mais controle sobre eles, evitando que você fique no vermelho.

Isso vai contribuir para ter uma boa gestão condominial e ainda permite manter a transparência de gastos com os moradores, ajudando a melhorar a convivência e o comprometimento dos condôminos em relação à manutenção de espaços comuns do prédio.

Lembre-se de colocar na ponta do lápis todos os gastos fixos e extras do seu condomínio: inclua valores de serviços terceirizados, obras, produtos de limpeza, manutenção preventiva e com sistema de segurança, por exemplo.

Dicas para organizar as finanças do condomínio

Nós sabemos que a vida de um síndico é bem corrida e vai muito além da organização financeira do prédio. Por isso, separamos 5 dicas essenciais para otimizar a administração do condomínio e organizar todos os gastos.

Confira como organizar finanças do condomínio:

  1. Tenha controle financeiro

Descreva absolutamente todos os gastos e recebimentos que o condomínio registra: anote o que entra, o que sai, prazos e atrasos.

Desde os menores até os maiores gastos, tudo precisa estar no seu controle. Se você está iniciando a gestão agora, é importante verificar os gastos da gestão anterior.

  1. Faça um bom planejamento

Crie uma planilha com os gastos mensais do condomínio e prazos de pagamento de todas as contas, bem como a data de recebimento da taxa de condomínio, por exemplo.

Lembre-se de incluir neste planejamento as despesas variáveis também, como tarifas públicas ou manutenções realizadas periodicamente.

  1. Tenha um fundo reserva

Mesmo com todo o planejamento, imprevistos acontecem, certo? Manter um fundo reserva pode ser a sua salvação nestes casos.

Determine um valor mensal para ser depositado nesse fundo reserva e utilize-o em casos emergenciais.

  1. Faça o controle de condôminos inadimplentes

Tenha sempre uma lista atualizada da situação dos condôminos e sempre tente negociar em casos de muitas pendências.

Com esse controle, você pode identificar os moradores que costumam atrasar o pagamento e levar isso em conta na hora de planejar seus gastos, evitando imprevistos.

  1. Faça uma boa gestão financeira

Além de ter um planejamento, é importante fazer uma boa gestão dos gastos do condomínio. Administre bem a aplicação do dinheiro e sempre reavalie para verificar se o gasto vale a pena.

Outra dica é sempre pesquisar bastante para encontrar o melhor custo-benefício para reparos, pinturas ou impermeabilização do condomínio, por exemplo.

A Superveda é uma ótima opção para o processo de impermeabilização. Com mais de 30 anos de experiência, a empresa é referência no mercado!

Confira nossos serviços executados no site.

WhatsApp WhatsApp